Quer saber como ser mais criativo? Aprenda a roubar como um artista!

4 dicas de como ser mais criativo

Em algum momento quando você estava na escola, já ouviu aquela famosa frase de Lavosier: “na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”. Bom, quando falamos sobre criação e criatividade a essência é a mesma – nada é original.

Nas primeiras páginas do best seller, Roube como um Artista, Austin Kleon defende essa ideia de que nada é original, afinal, nada se cria, tudo se tranforma e isso é fato – é ciência, como discordar, certo? – além do mais, nada vem do nada. Todas as ideias têm um ponto de partida e são construídas através de um ponto de referência.

E é com essa ideia em mente que começaremos a nossa lista com 5 dicas de como ser mais criativo:

  1. Tenha referências

Partindo do ponto de que nada é 100% original, você já pode concluir que aquela ideia genial que você teve enquanto tomava banho não é de todo sua. Ela é na verdade um conjunto de várias influências externas as quais você foi inspirado e durante um momento de luz ela “surgiu” na sua mente – e é nessa hora que uma lâmpada acende em cima da sua cabeça.

Aqui vemos a importânca de se ter referências, porque é a partir do momento que você busca coisas que alimentam a sua imaginação, podendo ser: livros, filmes, fotografias, vídeos, pessoas, a natureza… enfim, basicamente tudo tem potencial de ser um combustível para abastecer sua mente criativa.

“Roube qualquer coisa que ressoe em você, que inspire ou
abasteça sua imaginação. Devore filmes antigos, filmes novos,
música, livros, pinturas, fotografias, poemas, sonhos, conversas
aleatórias, arquitetura, pontes, sinais de rua, árvores, nuvens,
bacias hidrográficas, luz e sombras. Para roubar, selecione apenas
coisas que falam diretamente à sua alma. Se você assim fizer, seu
trabalho (e furto) será autêntico.”

– Jim Jarmusch
  1. Faça o que você quer fazer

Agora que você já tem uma base de dados roubados com bastantes referências, é hora de começar a caminhar no mundo da criação, é hora de começar a fazer o que você quer fazer. Pense por um instante em algum assunto que você gosta muito e escreva sobre ele, desenhe, cante, interprete, não importa, contanto que seja algo que você realmente goste. E aí você conseguirá fazer algo que é só seu, porque sua opinião e essência estarão nisso.

Página do livro Roube como um Artista, 2013.

  1. Comece! (mesmo sem saber por onde começar)

É durante o processo de criação que você vai alcançar os objetivos que almeja, por isso, comece!

No livro, Austin diz: “Pela minha experiência, é no ato de criar e de fazer nosso trabalho que descobrimos quem somos”, e ele está certo. Se apenas ficarmos parados esperando o momento certo de criar, nada vai acontecer.”

  1. Tenha um hobbie

Tentar manter-se produtivo 100% do tempo é extremamente cansativo – e vamos combinar? é impossivel!- Por isso, manter uma atividade paralela, ou seja, um hobbie, é muito importante.

Creative at-home hobbies you can start today | Self care bullet journal,  Self improvement, Self improvement tips

Fazer algo que você goste, simplesmeste porque aquilo te traz felicidade, sem cobranças ou exigências, é como um alívio para o cérebro. É nesses momentos de descanso, ou como Kleon diz, “procrastinação produtiva”, que as ideias podem ser desenvolvidas.

“Reserve tempo para se distrair. Perca-se. Sonhe. Nunca se sabe aonde isso vai levar.”

Austin Kleon

E por fim, seja você mesmo! Afinal, você não precisa ser um gênio, só precisa ser você 🙂